Textos Mais Recentes

Existe um Imperialismo Oriental?
12 / 2018

VAMPEL II

Matrimonium Lamia Nocts
21/03/2018


inCompetência e Presciência da Vara de Curitiba
16/09/2017

Gladium Volantis
10/08/2017

VAMPEL
Vocationem Lamia Noctis

23/06/2017

ABISMO NEGRO
Um Clássico da FC

02/06/2017

Feminismo "Benevolente" e Feminismo Radical
15/02/2017

Homens e Aborto
09/02/2017

Globalização, Globalismo e Globismo
24/01/2017


2 0 1 6

Feminismo Neo Pentecostal 01/11/2016

O Feminismo Desvirtuando as Instituições
22/09/2016

Os Titereiros do Capital e suas Marionetes de Esquerda
24/08/2016

A Guerra Contra a Reprodução
03/08/2016

A Família em Desconstrução Linguística
22/07/2016

Muita Sandice numa Burrice Só
18/07/2016

As Águas Sujas da Privatização
30/06/2016

Do Pré-Sal ao Impeachment
O Maravilhoso Mundo das Coincidências Fabulosas

28/06/2016

OBLIVION
Obra-Prima da FC

18/06/2016

O Estupro Coletivo da Consciência Social
14/06/2016

Os 300 da Suécia
26/05/2016

À Espera de
Um Milagre
(econômico)

21/05/2016
2 0 1 5

5 Bobagens Planetárias da FC 26/11/2015

Sensual Kombat
08/11/2015

TELLUS
X
THALASSA

15/07/2015

QUARTO Esboço de uma FILOSOFIA DO CAOS
28/06/2015

A Verdade Sobre Margareth Sanger
Ela NÃO Era Abortista!

28/06/2015

A Dignidade Humana Entre A Esquerda e A Direita
19/06/2015

Pode o Feminismo Não Ser Misândrico?
09/06/2015

Mad Max
Fury Feminist?

28/05/2015

Batalhas Espaciais II
26/04/2015

ABORTISMO
05/03/2015

Aborto à Francesa
05/03/2015

A Queda da Lua
23/02/2015


2 0 1 4

3o Esboço de uma FILOSOFIA DO CAOS
21/12/2014

Invertendo a Igualdade
18/12/2014

Desleitura Feminista em Christine de Pizan
01/12/2014

ESTUPRISMO
18/11/2014

Disputa Semântica
18/11/2014

Por que VEJA odeia o PT?
06/11/2014

Estuprando Números
11/09/2014

rePensando o Feminismo
19/08/2014

GRIDVENCE
15/07/2014

A Fundação do Feminismo
25/06/2014

5.000% de Paranóia
10/05/2014

Pensando nELA
25/04/2014

Atacando uma Ficção
20/04/2014

Estuprando a Justiça
03/03/2014

Entendendo a MISANDRIA
18/02/2014

Heroísmo: O Outro Lado da Masculinidade
18/02/2014

Em Defesa do Patriarcado
03/02/2014


2 0 1 3

Hipótese Benevolente à Cruzada Anti-Reprodutiva
31/12/2013

A Cultura do ESTUPRO
28/11/2013

O Estupro da CULTURA
28/11/2013

Expressar ou Doutrinar?
26/09/2013

Traindo o Movimento
27/08/2013

Filosofia, Ideologia e Militância
26/08/2013

Infeliciana Homofobia
17/08/2013

As Ovelhas e os Memes
13/08/2013

Complexo de Paraíso Perdido
06/08/2013

Financiamento Público de Campanha
12/07/2013

Cavalheirismo é Sexismo?
10/07/2013

'DeZrazões' Para Liberar as Drogas
11/05/2013

Meta-Teoria da Conspiração
11/05/2013

O Fantasma de CHE
11/05/2013

Revolução Digital
11/05/2013

VEJA - Um Tiro na Cabeça
11/05/2013

Da ESQUERDA para TRÁS
02/04/2013

A Cara do BRASIL
15/03/2013

HIPERGAMIA - Fundamentação
02/02/2013


2 0 1 2

GenoGênese
21/12/2012

Simbolismo do Aborto
16/11/2012

O Argumento Decisivo
16/11/2012

Aborto Repensado
16/11/2012

Em Defesa do Estado
03/10/2012

Reflexões Mentalistas - Virtualidade Real
30/09/2012

2o Esboço de uma Filosofia do CAOS
04/07/2012

Hipergamia 2.5 Adendo - 1 Ídolos
03/07/2012

O Escudo do Capitão América
13/06/2012

MARX X Marxismo
01/06/2012

Da ESQUERDA para BAIXO
13/05/2012

GINOTOPIA - Hipergamia V
03/05/2012

Lesbianismo
03/05/2012

Estado X Indivíduo
04/03/2012

Das Indestrutíveis Idéias
04/03/2012

A Revolta dos Titãs
09/02/2012

1o Esboço de uma Filosofia do CAOS
30/01/2012

Hora, Data, Temperatura
26/01/2012

Ateísmo e Relativismo
21/01/2012


2 0 1 1

Religião Musical
26/11/2011

Calendários Alternativos
22/11/2011

Vôos, e Quedas, Ideológicos
10/11/2011

Horário de Verão no Brasil
07/11/2011

Hipergamia
Introdução

27/09/2011

Hipergamia IV
Atração Sublimada

27/09/2011

Hipergamia III
Atração Social

19/09/2011

Hipergamia II
Atração Imoral

11/09/2011

Hipergamia I
Atração Fatal

08/09/2011

Pornografia e Machismo
25/08/2011

Viagens Espaciais
18/06/2011

Teletransporte
18/06/2011

Viagem no Tempo e Paradoxo Temporal (Finalizado)
14/06/2011

Heróis de ESQUERDA X Heróis de DIREITA
10/03/2011

ZUMBIS à Esquerda, VAMPIROS à Direita
10/03/2011

RY-5
10/03/2011

Crônica de GRADIVIND
26/11/2011

Eu Sou A Lenda
25/11/2011

Histórico de Textos Publicados
2 0 1 9
31 de Outubro

Alexandre Frota mudou de profissão, mas continua f*dendo seus colegas de trabalho para deleite dos espectadores.

28 de Outubro

Os levantes populares no Equador e no Chile começaram após a estréia do filme Coringa. Embora cada país tenha seus próprios e pretéritos motivos, há uma nítida convergência entre o levante mostrado no filme e os que ocorrem na vida real, não sendo a toa que há manifestantes abertamente enfatizando essa correlação.

Que pode ser traduzida em condições econômicas e sociais degradantes para a imensa maioria em paralelo com concentração de privilégios em pequeníssimas elites, num contexto onde todos os atos do governo vão unicamente no sentido de privilegiar ainda mais essas elites. O mesmo ocorre na Argentina e no Brasil, por sinal, mas os hermanos acabam de despachar o governo que promovia diretamente essas políticas, e por aqui estamos, como quase sempre, desnorteados por uma sequência infindável de insanidades ocorrendo em todos os níveis que realmente fica difícil se concentrar em algo.

Até agora, porém, tenho visto poucas análises que focam essa convergência entre o filme e os protestos, mesmo após ter havido tanto temor, vejam só, justamente de que o filme poderia inspirar fenômenos similares.

Também não há como não desconfiar dos paralelos entre o que ocorre agora no Chile e o que ocorreu aqui em 2013, pois apesar do contextos exatamente opostos, as similaridades são gritantes.

Mas, tal qual fiz com as nossas Jornadas de Julho, prefiro analisar mais profundamente antes de sair emitindo juízos.

Obs: não sei qual a procedência nem o contexto desta foto.

27 de Outubro

Bolsonaro nos bons tempos, antes de virar meretrizinha do Guedes.


27 de Outubro

Pra quem ainda acha que a Globo mereça outra coisa que não o desprezo de qualquer pessoa decente!


22 de Outubro

Porque redução de impostos de governo liberal, é SÓ PRA ELITE pagar ainda menos no país que pra eles já é quase um paraíso fiscal, do tipo, perdão de dívidas de meio trilhão no REFIS pra bancos e mega empresários.

Governo quer cobrar imposto de trabalhadores de aplicativos como Uber ou 99

21 de Outubro


20 de Outubro - 17:04

Última atualização de "comunistas".


20 de Outubro - 02:46

Esperando um tablóide dizer "Lula é clonado na Noruega!"

Bolha com embriões de lula é encontrada na Noruega.

20 de Outubro - 02:44

Até que enfim estão aceitando os fatos.

Nova lei da Califórnia proíbe escolas
de começar as aulas antes das 8h

19 de Outubro

Maravilhoso texto de meu camarada Juan Ricthelly!

A LINHA QUE DIVIDE O EQUADOR

18 de Outubro

Os departamentos de telemarketing das grandes empresas devem estar se esforçando, mas quero ver criarem algo tão calhorda quanto os sistemas automáticos que te ligam pra te fazer ouvir uma maldita gravação!

É o spam telefônico! Obra prima do marketing diabólico!

Maravilhas do liberalismo econômico e suas megacorps.

11 de Outubro


10 de Outubro

Minha deusa! A humilhação não para! Depois do Governo se ajoelhar pros EUA entregando base de lançamento de foguetes, liberando visto, deixando produtos americanos entrarem sem imposto etc.

E se essa análise do Globo aqui estiver correta, é ainda pior do que parece. https://oglobo.globo.com/mundo/eua-nao-endossam-proposta-do-brasil-na-ocde-apos-apoia-la-publicamente-24008528 Preferiram a Argentina! Aquela que em breve será governada por um desafeto do Bolso.

Apesar de tudo, como eu já disse antes, os EUA nos fizeram um favor. Entrar nessa OCDE é furada!


3 de Outubro

E continua a DESGRAÇA MALDITA da submissão a softwares causando danos psicossomáticos no usuário. Veio a infame da atualização de sistema, e pronto! Lá se vai o controle de brilho!

Só que dessa vez foi pior, porque não foi só o controle de brilho via comandos no teclado. O maldito do Windows 10.1 perdeu TOTAL E COMPLETAMENTE qualquer controle sobre o brilho da tela do Samsung Ativ Book i7, que agora ficou fixo, e nem tenho como saber em que nível está.

Como os infames dos fabricantes, em sua totalidade, acham que usurpar do usuários a capacidade de controlar funções que afetam diretamente os seus sentidos é uma boa ideia, simplesmente não parece haver opção para quem teima em achar que tem o direito de decidir a intensidade de brilho que lhe entra pelos olhos ou o volume de som que entra pelos ouvidos.

Mas não. Os cretinos acham que é um maldito software que deve fazer isso por você! Reagindo ao seu comando apenas quando tem vontade. E assim ficou impossível usar o computador no escuro.

Sempre aconteceu isso após atualizações, mas em geral o controle retornava após alguns dias de suplício.

Dessa vez já passou de uma semana. Talvez seja definitivo.

MALDITO CONTROLE DIGITAL!

2 de Outubro

Na década de 80 a banda de rock brasiliense Plebe Rude lançou uma música chamada "Sexo e Karatê", que pode soar enigmática a quem não tenha o contexto.

Mas de fato, durante os 70 e 80, se ouvia regularmente isso ao se consultar a programação de cinema pelo telefone, a única forma de se obter tal informação prontamente. Então, a gravação dizia algo como: Cine Atlântida, Guerra nas Estrelas, aventura, em horários tais, censura tal. Cine Karim, A Lagoa Azul, romance, em horários tais, censura tal, Cine Astor, Pixote, drama, horários tais, censura tal... (Não existia a categoria "Ficção Científica" nessa classificação.)

Então, vinham coisas como: Cine Cafundó, A Empregada Tarada e A Vingança do Dragão, Sexo e Karatê, horários tais, censura 18 anos. Cine Muquifo, Elas Gozam com Tudo Dentro e os Guerreiros de Shaolin, Sexo e Karatê, horários tais, censura 18 anos. Cine Biboca, Secretárias Indecentes e Punhos da Justiça, Sexo e Karatê, horários tais, censura 18 anos... (Sim, os títulos eram bizarros asssim mesmo, e alguns eu nem tenho coragem de reproduzir aqui. E sim, Isso era em plena Ditadura.)

E a lista se extendia para no mínimo uns 10 estabelecimentos, ocupando a maior parte da programação cinematográfica disponível no Distrito Federal.

Daí o refrão "sexo e karatê, sexo e karatê, sexo e karatê..."

Nunca tive a oportunidade de contemplar diretamente tal estranho fenômeno. Quando atingi a maioridade, em 1989, essa modalidade de entretenimento já estava extinta, obsoletizada pela oferta massiva de pornografia disponível pelas videolocadoras para videocassetes caseiros. Diferente do que ocorreu com o cinema convencional, que resistiu à TV, ao VHS, aos DVD e à Internet, o cinema pornográfico tinha uma característica de consumo pessoal, raramente sendo usado como uma atividade de agregação social. A opção caseira era então, além de mais barata, menos constrangedora.

Malgrado o fato dos filmes em questão merecem rótulos mais apropriados, pois eram pornochanchadas brasileiras e filmes de Kung Fu chineses, em alguns casos exibidos, com cortes, em altas madrugadas na TV, fato é que minha geração jamais se esqueceu da tediosa repetição "sexo e karatê" que não raro dominava uns 70% da gravação. Havia quem telefonasse apenas para rir dos títulos! E frequentemente era revoltante para uma criança querendo saber onde e em que horário estava passando O Último Guerreiro das Estrelas ou TRON.

E hoje, a falta desse contexto pode tornar a música do Plebe Rude incompreensível.

1 de Outubro

Estou verdadeiramente chocado com esse texto. Me atingiu em cheio, embora eu próprio não seja o melhor exemplo desse caso de "invasão estrangeira" literária. A tendência de pregar algo de forma ingênua, e ao mesmo tempo agir pragmaticamente ao contrário do que se prega é uma infeliz tendência dominante, mas nesse caso me parece ainda mais marcada pela inconsciência e pela contradição. Como bem apontou o autor.

Por que nossa literatura fantástica continua marginal?

Copiar o "internacional", se já tem seus problemas, ao menos segue uma tendência que se estabeleceu na totalidade do mundo. Mas vai além disso. É a cópia não do universal internacional, mas do nacional estrangeiro. Explicando por analogia, é como se esse internacional universal fosse o Rock, que embora de origem anglófona, ao menos se estabeleceu globalmente, inclusive em países também de primeiro escalão, e cada canto do mundo termina produzindo sua própira versão. Mas o que chamo de "nacional estrangeiro" é um estilo que sequer foi verdadeiramente globalizado, é como, invés do Rock, copiar o Hip Hop, sem sequer as nuances e variações de um estilo de fato globalizado, ou sequer dar um toque brasileiro, como foi feito, por exemplo, com o Funk. E o pior, ainda por cima efêmero! Sumindo com a moda para então dar lugar a outro modismo pronto para ser também copiado.

Há que se achar algo que tenha uma marca nacional maior, e também fugir da tentação de achar que isso necessariamente passe pelo folclore ou algum regionalismo típico. No campo fantástico, eu arrisco dizer que o Brasil possui uma influência da mitologia cristã ou de misticismos New Age numa versão única, e que por aqui é difícil até mesmo distinguir Ficção Científica de Fantástica.

Mas tenho que pensar mais sobre o assunto. Esse texto me deu um programa de pesquisa.

Setembro









































2019

Setembro

Agosto

Julho

Junho

Maio

Abril

Março

Fevereiro

Janeiro

2018

Dezembro

Novembro

Outubro

Setembro

Agosto

Julho

Junho

Maio

Abril

Março

Fevereiro

Janeiro

2017

Dezembro

Novembro

Outubro

Setembro

Agosto

Julho

Junho

Maio

Abril

Março

Fevereiro

Janeiro

2016

Dezembro

Novembro

Outubro

Setembro

Agosto

Julho

Junho

Maio

Abril

Março

Fevereiro

Janeiro

2015

Dezembro

Novembro

Outubro

Setembro

Agosto

Julho

Junho

Maio

Abril

Março

Fevereiro

Janeiro

2014

Dezembro

Novembro

Outubro

Setembro

Agosto

Julho

Junho

Maio

Abril

Março

Fevereiro

Janeiro

2013

Dezembro

Novembro

Outubro

Setembro

Agosto

Julho

Março à Junho

Fevereiro

Janeiro

2012

Dezembro

Novembro

Outubro

Setembro

Agosto

Julho

Junho

Maio

Abril

Março

Fevereiro

Janeiro

2011

Novembro e Dezembro

Setembro e Outubro

Julho e Agosto

Abril a Junho

Março

Fevereiro

Janeiro

2010

Dezembro

Novembro

Outubro

Setembro

Agosto

Julho

Junho

Maio

Abril

Janeiro a Março

2009

Dezembro

Novembro

Outubro

Setembro

Agosto

Julho

Junho

Maio

Março e Abril

Fevereiro

Janeiro

2008

Novembro e Dezembro

Outubro

Setembro

Agosto

Julho

Junho

Maio

Abril

Março

Janeiro e Fevereiro

2007

Dezembro

Novembro

Setembro e Outubro

Julho e Agosto

Maio e Junho

Março e Abril

Janeiro e Fevereiro

2006

Outubro, Novembro e Dezembro

Setembro

Agosto

Julho

Maio e Junho

Abril

Março

Janeiro e Fevereiro

2005

Novembro e Dezembro

Setembro e Outubro

Junho a Agosto

Maio

Março e Abril

Fevereiro

Janeiro

2004

Dezembro

Novembro

Outubro

Setembro

Agosto