2 0 2 1
28 de Junho

O Livro A QUARTA TEORIA POLÍTICA, de Alexander Dugin, pela Editora Ars Regia, cuja produção tive o prazer de co-financiar, traz finalmente para o Brasil uma edição à altura do conteúdo do livro, tanto pelo belíssimo trabalho de capa quanto pela ótima diagramação.

Dugin é certamente um dos, se não o, mais importante filósofo da atualidade, cuja história seguramente reconhecerá como um divisor de águas do pensamento político. Adversário do paradigma hegemônico do ocidente, sem surpresa, é proscrito em vários países sendo por muitos considerado uma "ameaça" ao ponto de ser silenciado pelos grandes portais de mídia e pelas big techs.

Nada disso, porém, será capaz de deter a disseminação de seu pensamento, até porque a intelectualidade de alto nível sempre se desenvolve fora dos holofotes da grande mídia. E tal como vários outros nomes da história filosófica, sua contribuição influenciará fortemente as civilizações rumo a um futuro verdadeiramente plural e multipolar, invés da tirania do pensamento único globalizado travestido sob a máscara do liberalismo.


24 de Junho

A HEDIONDA REPERCUSSÃO NO BRASIL DE UM OCORRIDO NOS EUA, e nesse caso a distância linguística é relevante, mostra o horror que é a associação do que sempre houve de pior na humanidade, a ignorância orgulhosa, com a militância perversa que se arvora de todas as virtudes para promover a perfídia.

Um mulher branca, Emily Broadwater, 22, foi brutalmente agredida diante de sua filha pequena por uma mulher negra, Brittany Kennedy, 25, ex presidiária. Ainda não está claro o motivo, mas aparentemente envolve ciúmes, uma vez que o pai da filha de Emily é negro, e teve um relacionamento anterior com Brittany, com quem teria tido outra filha. Segundo Emily, enquanto Brittany estava na prisão, Emily o havia ajudado a cuidar da filha e possivelmente daí teria surgido o relacionamento. (As informações são do Daily Mail)

De qualquer forma, é difícil imaginar algum motivo que justificasse a barbaridade da agressão, que deixou Emily toda ensanguentada diante da própria filha enquanto era filmada e sem qualquer intervenção de outras partes. Brittany segue foragida e com cartazes de procurada. Ou melhor, seria difícil para pessoas normais que não estejam corrompidos por um justiçamento histórico imoral que legitima qualquer barbárie em nome da narrativa ideológica.

Um página aqui do Face chamada Ptv Benguela, fez um post CANALHA, e não se meta a fazer vitimismo por ser africano, porque FOI CANALHA MESMO! Onde INVENTOU a narrativa ["A branca chamou a bebê negrita de Macaca Burra e a reação da Mãe da bebê negra foi essa"], linkando então o vídeo que o Face marcou como "Conteúdo sensível", onde se pode ver a atrocidade da agressão que, evidentemente, em nada sequer sugere o que o enunciado do post diz. Fica até a questão, como seria o "macaca burra" em inglês?

Resultado: 16 MIL COMPARTILHAMENTOS e 3,7 MIL COMENTÁRIOS, até agora, a grande maioria comemorando a brutalidade, rindo da vítima, e até mesmo fingindo não ver que a criança tenta proteger a mãe, invés disso, dizendo que a menina de uns 3 anos no máximo, também tentou participar do linchamento, e ainda achando lindo!

Como a menina, filha de mãe branca e pai negro, é claramente "parda", e como na realidade Brittany também é "parda", o que pela militância significa então 'negra', realmente pode dar a impressão de ser filha da agressora, o que tragicamente torna a mentira um pouco menos incrível. Porém, reitero, nada há no vídeo que a corrobore, e como pode-se ver em várias fontes, não teve nada a ver com racismo.

A sorte é que embora o caso tenha repercutido nas redes sociais anglófonas, aparentemente só na lusófona houve essa narrativa fraudulenta e sórdida aparentemente inventada pelo Ptv Benguela, me merece ser responsabilizado. Infelizmente, embora eu já tenha denunciado várias vezes, e incentivado outros a fazê-lo, não parece que haverá resultado. Muitas pessoas estão lá, no post, denunciando e recriminando a fraude também, tentando trazer um mínimo de lucidez e decência, mas seus comentários somem numa horda infindável de imbecis acreditando na mentira e se regozijando em seus delírios imaginários de "justiça". A mesma corja que depois acha que tem moral para reclamar de Fake News.

Imagine como não seria ser vítima de uma brutalidade criminosa, e um canalha inventar uma estória pérfida e fazer milhares de pessoas aplaudirem a agressão que você sofreu?

Muitos não precisam sequer imaginar, pois já sofreram isso, enquanto outros também sofrem, mesmo que menos, só por testemunhar essa perversão, enquanto os pérfidos a perpetuam, quer pecando pela credulidade estúpida quanto pelo desejo de crer em fraudes ideológicas.

21 de Junho

Pois é! Ao menos UMA coisa útil a Besta-Fera poderia tentar fazer!

André Luiz Dos Reis
21 de Junho

A Globo não presta, diz Bozó e seus asseclas. Ué, tira a concessão. Por que ele não fecha a Globo? Onde tá a caneta BIC corajosa e poderosa?

O mesmo vale pros PTelhos: catorze anos no poder enchendo o rabo dos Marinho de dinheiro porque temiam a Vênus Prateada. Por que não nacionalizaram e entregaram o Projac pra TV Brasil?

No fim, é tudo mais do mesmo. Nenhum dos dois campos está disposto a tomar as medidas realmente necessárias.

BRIZOLA, cujo falecimento completa dezessete anos hoje, teria fechado a Globo. Né, Ciro Gomes?


20 de Junho

Uma das piores analogias existentes é a tal da "Lata de lixo da história", que muitos portadores da verdade suprema da ideologia do momento proclamam contra ideologias adversárias supostamente vencidas, crendo que há uma superação definitiva, e um certo "progresso" histórico irrefreável.

Ou talvez, a analogia seja muito melhor do que eles próprios pensem, e o que lhes escape, na realidade, seja o conceito de "lata de lixo". Ocorre que essa "lixeira", bem como todo sistema de "saneamento" histórico, é exemplar no quesito preservação "ambiental", e um expoente no quesito reciclagem. Todo e qualquer conteúdo é sempre reaproveitado num grau de fazer inveja ao Primeiro Princípio da Termodinâmica.

Quando muito, as ideologias serão recicladas em novas e mais atualizadas formas mantendo quase intacta sua essência original. Mas muitas vezes, são apenas "desamassadas" e trazidas de volta sem alterações!

Pode-se jogar o que quiser na "lata de lixo da história", pois todo o conteúdo, de um modo ou de outro, retorna. E se não tomar cuidado, a lixeira inteira repleta de "passados superados" é despejada de volta em cima do presente.

17 de Junho

O impressionante caso de Lázaro Barbosa Sousa, ainda em aberto, faz-me lembrar o caso de Fernando Soares Pereira (1961-1982), que ficou mais conhecido como FERNANDO DA GATA, embora antes, costumava ser chamado de Fernando da GOTA, no programa FANTÁSTICO.

Tal qual o atual meliante, invadiu várias residências em ao menos três estados, promovendo roubos, estupros e outras ofensas, como por exemplo obrigar as mulheres da casa a lhe servirem comida, e violá-las, por vezes, na frente dos maridos. O programa Fantástico, que dedicou ao menos duas longas reportagens ao caso, alegou que ao invadir uma casa, dominar a família e pilhar dinheiro e joias, escolhia sempre a menina mais jovem como vítima sexual.

Um massivo cerco policial foi montado pelas polícias de São Paulo e Minas Gerais, havendo inclusive uma disputa de quem o capturaria primeiro. O que, espero, não ocorra agora com as polícias do DF e Goiás, visto que, na época, isso pode ter prejudicado as operações.

E nada foi fácil capturar o meliante. Foi preso várias vezes mas sempre escapava da prisão, segundo muitos, desaparecendo como por milagre. Dizia-se que possuía capacidade sobrenatural de amansar os cães, impedindo-os não só de atacá-lo, mas de sequer denunciar sua presença. E que, num sentido contrário, tinha uma agilidade felina, capaz de escalar muros e correr por telhados, escapando a cercos policiais de modo formidável.

Cidades inteiras ficaram praticamente sitiadas pelas ações deste único indivíduo, que impôs toques de recolher voluntários na população, e até mesmo, há quem o diga, redução do restante das atividades criminosas. Dentre vários ocorridos derivados, destaca-se a tragédia do pai que atirou e matou a própria filha por engano ao tomá-la pelo criminoso. (Lembre-se disso antes de achar que sair enchendo uma população despreparada de armas seja solução considerável. Não que eu seja contrário ao armamento civil, mas este deve ser regulado e submetido a controle rigoroso.)

Não por menos, a TV Globo, após sua morte, realizou uma "micro-série" em dois episódios, exibida em horário nobre. (Aliás, que eu me lembre, foi só com essa série que ele passou a ficar de fato conhecido como Fernando da GATA, pois antes, me lembro muito bem, era chamado de "da GOTA".)

Tal qual o atual foragido na Região Centro Oeste, a ele também foram atribuídas práticas satânicas e poderes sobrenaturais, mas a única coisa que de fato se verificou foi alguma prática cristã, como quase toda a população brasileira. E sim, ele tinha esposa e filhos.

Natural de Russas - CE, onde também já praticava crimes notórios, Fernando Soares Pereira terminou morrendo após um tiroteio contra o policial florestal Jose Lucio Campos, entre Santa Rita e Pouso Alegre - MG, ocorrido às margens do Rio Sapucaí, após o elemento se refugiar na mata. O policial militar, sargento, viria depois a se tornar vereador.

Mas a morte de Fernando da Gata não terminou sua história, que ainda renderia controvérsias, debates e até lendas. Aliás, são muitíssimo escassas as informações a respeito. Muito do que escrevo aqui foi de memória, e cheguei a ver versões absolutamente fantasiosas que chegam ao ponto de idolatrar e tratar o criminoso como herói!

Hoje, diante do caso de Lázaro Barbosa Sousa, só posso imaginar que termine de modo similar, inclusive engendrando alguma produção audiovisual. E torço também para que termine o mais rápido possível, de preferência com o fim definitivo da carreira do facínora.

15 de Junho

João Marcos
15 de Junho

Nessa mega-operação que envolve BOPE, ROTAM, GTOP, PCDF, PMGO, PCGO, Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal dentro do mato e nas rodovias em busca desse psicopata foragido, algumas observações poderiam ser feitas:

1- não vi nenhum especialista em segurança pública ou representante de Direitos Humanos ainda por lá, mas se algo der errado, com certeza eles irão aparecer na TV sabendo de tudo que deveria ser feito desde o início e criticando a ação da polícia;

2- a polícia pode não ser perfeita, mas na hora que a situação fica tensa é ela que "cai pra dentro" do mato e passa a noite debaixo de chuva fazendo campana atrás do perpetrador;

3- saúde e educação são de extrema importância, mas nessas horas você vê como a segurança pública é a base do convívio social e como um só indivíduo pode causar tanto transtorno, desalojando moradores de suas casas e fazendas e fechando o comércio, escola e hospital de uma pequena cidade;

4- existem pessoas que são totalmente inaptas ao convívio social e quem insiste em poupar o lobo, sacrifica as ovelhas;

5- o problema da segurança pública não está na polícia que faz seu papel prendendo, mas sim no judiciário e no legislativo que soltam quem a polícia prendeu em pouco tempo, através de audiência de custódia ou progressão de pena. Eles sim, são os culpados por essa estrutura. O famoso "enxugar gelo" da polícia;

6- para os que são contra a posse de armas, essa situação faz refletir como uma família desarmada é totalmente vulnerável a um só homem e como um só caseiro armado repele a ação desse maníaco;

7- SEMPRE evite programas em lugares isolados e em zona rural, ainda mais se estiver sozinho(a), porque nunca se sabe quando um maníaco desses pode aparecer do nada e cruzar seu caminho. Seja prudente e esteja sempre atento;

8- conhecer bem o terreno que está em deslocamento te põe numa vantagem muito grande sobre os demais, mesmo que em maior número e mais equipados. Nunca subestime um psicopata com conhecimentos de mateiro;

9- justamente por essas situações que os agentes de segurança devem estar sempre preparados fisicamente e psicologicamente. O treinamento duro torna a missão fácil, ou no mínimo, suportável;

10- a imprensa tem a missão de informar, mas muitas vezes pode atrapalhar se divulgar certas informações que fariam chegar ao alvo mais rápido. O procurado também tem acesso a essas informações!


10 de Junho

Esta semana promovi impulsionamento de 4 anúncios com cada uma das imagens abaixo, e apenas uma deles foi previamente recusada por excesso de nudez. Adivinhe qual foi?

É! Exatamente essa que você está pensando!

Ininteligência Artificial!

As 4 Damas do Apocalipse está à venda em e-book e Livro Físico.

07 de Junho - 21:03

POR QUE NUNCA FUI ZUCKADO?

Quem quer me acompanhe há tempos sabe que não tenho os vieses políticos e ideológicos mais amigáveis à plataforma, sabem que me manifesto como severo opositor da ideologia liberal tanto no sentido econômico quanto no cultural, sendo especialmente crítico ao Feminismo e seus derivados que tão entusiástica e intensamente são abraçados pelas Big Techs, pelo governos, grande mídia e um sem número de organizações governamentais e não governamentais com imenso poderio financeiro e propagandístico.

Embora tenha estado mais quieto no último ano, eu sempre bati pesado nessa pautas, embora sempre com uma argumentação cuidadosa, frequentemente referenciada e jamais apelando a linguagem chula ou a informações duvidosas.

Mesmo assim, jamais recebi uma única punição que são tão comuns a praticamente todos os meus amigos de facebook que costumem se manifestar de modo similar. Sendo sincero, ao menos dos mais antigos e com maior atividade, não me lembro de um único que já não tenha sido "zuckado" (punido com algum tipo de suspensão) pelo menos uma vez. Alguns o foram várias vezes.

Eu porém, NUNCA! E tenho até receio de dizer isso e acabar "queimando a língua". Mas o máximo que já me aconteceu foi o Facebook ter discretamente apagado alguns posts meus mais antigos que tocavam no assunto, curiosamente, alguns dos mais "cirúrgicos".

Pesquisando sobre o assunto, descobri que, quase certamente, isso ocorre pelos seguinte motivos:

1. Minha conta é uma das mais antigas da plataforma (seguramente entre as 1% mais antigas), de Junho de 2008, e estou completando agora nada menos que 13 anos de presença na plataforma. É verdade que deixei-a suspensa por bastante tempo, só passando a ter uma atividade mais regular e intensa a partir de 2013;

2. É impossível questionar a autenticidade da minha conta. Não há a menor possibilidade dela ser fake e assim estou por completo livre da suspeita de anonimato. Isso é obtido, claro, pelo fornecimento amplo de informações verídicas a meu respeito. (Também desconfio, e adoraria que fosse verdade, que o fato de levar a sério o conceito de "Livro de Faces" e colocar sempre o meu rosto, e não uma imagem aleatória qualquer, tenha alguma influência nisso.);

3. Quantitativamente eu posto pouco, tenho mantido uma média de um post por dia no máximo, sendo que, ultimamente, nem isso. (Aliás, praticamente todos os meus posts que não sejam puramente pessoais ou irônicos são backeupados no meu site*, assim, eu nunca perdi conteúdo.) Isso importa porque o Facebook é especialmente atento a perfis que postam demais;

4. Nunca usei linguagem de baixo calão, me dedico a escrever o mais acuradamente possível, e se quero ser agressivo, procuro sê-lo argumentativamente, e não apenas apelando a agressividade verbal;

E por último, mas O MAIS IMPORTANTE...

5. Eu dou dinheiro para o Facebook! Costumo impulsionar anúncios com alguma regularidade.

Assim, sendo evidente que não sou um anônimo irresponsável, nem um spammer, e nem um grosseiro qualquer, nunca publiquei informação falsa (exceto quando evidentemente irônica) nem nunca me lancei a ataques pessoais, além do fato de ser rentável para a plataforma, creio que isso me deixe em "alta conta" por algum critério oculto que oriente os algoritmos.

A maior evidência disso é que o Facebook certa vez me convidou para um curso gratuito de formação de empreendedores, realizado com muita pompa e luxo no Centro de Convenções de Brasília, ao qual compareci, mas infelizmente não pude terminar porque no meio do evento minha filha me ligou pedindo socorro para levá-la a um hospital. (Não conheço mais ninguém que tenha recebido esse convite.)

Mas isso não significa que o Facebook não me aplique outros tipos de punições mais sutis. Não consigo ver outra explicação para a inexplicável diminuição de alcance de meus posts que passou a ocorrer de uns dois anos para cá, que parecem ficar invisíveis até mesmo a amigos que os acompanhavam e interagiam regularmente.

Ademais, ao se lançar numa estúpida concorrência contra o "Senhor Tubo", é possível que minha "reputação oculta" tenha diminuído por eu ter postado inúmeros links para a dita plataforma, e a diminuição do alcance foi tão brutal que eu simplesmente parei de divulgar aqui os vídeos de meu próprio canal!

E cabe aqui uma crítica à parte, pois essa tentativa de competir com a famosa plataforma de vídeos tem gerado alguns resultados constrangedores, como aqueles vídeos ridículos de pseudo "faça você mesmo", ou trollagens fake evidentemente absurdas que tem a única função de segurar o espectador por cerca de 3 minutos para lhe empurrar um anúncio inútil. Bem como a moralmente reprovável técnica de incorporar um vídeo do concorrente dentro do próprio Facebook de modo a, mesmo que tenha milhares de visualizações, conceder para o vídeo original apenas uma!

Apesar disso, ainda considero o Facebook a melhor das redes sociais. Aqui é muito mais difícil disseminar desinformação em massa e há muito mais recursos, embora longe do ideal.

E fica a dica: mesmo que você não dê dinheiro para a plataforma, ter um perfil sólido, inquestionável em termos de autenticidade, um ritmo de postagem moderado e uma conduta apropriada parecem diminuir bastante o risco de zuck.

Agora, se depois dessa, o Facebook aprontar alguma comigo...

07 de Junho - 19:57

Resta-nos, ainda, o desafio de falar sobre o Peru sem recorrer aos irresistíveis trocadilhos.

Nova Resistência - NR
7 de Junho

Contra a propaganda da mídia hegemônica e para o terror da casta de parasitas que suga o sangue peruano, Pedro Castillo chegou à vitória derrotando Keiko Fujimori, a candidata ultraliberal e pseudo-conservadora.

Isso foi possível, fundamentalmente, graças aos votos dos peruanos do interior, os campesinos do chamado "Peru Profundo" que desafiaram a hegemonia da canalha urbanoide e cosmopolita de Lima. O espírito andino, que no passado gerou o fabuloso Império Inca, conduziu o povo às urnas para derrotar o projeto apátrida, neoliberal, cosmopolita e sorosiano do clã Fujimori.

Naturalmente, é perfeitamente possível que Castillo, um nacional-populista, traia o seu povo como muitos fizeram antes dele. Ademais, é necessário ter atenção para o fato de que seu partido possui apenas 37 dos 130 deputados do Congresso, o que significa que seu governo será difícil e ele pode ser forçado a entrar em alianças com forças centristas. Mas até lá é importante comemorar essa vitória porque ela demonstra, na prática, tudo que a Nova Resistência tem dito há anos.

Contra a esquerda liberal e progressista e contra a direita liberal e entreguista, Pedro Castillo foi vitorioso porque representou uma alternativa na linha "esquerda do trabalho, direita dos valores" ou "conservadora revolucionária", prometendo a estatização de empresas estratégias, defesa da soberania nacional e combate ao lobby LGBT, ao feminismo radical, à ideologia de gênero e a outras doenças ideológicas do cosmopolitismo globalista.

É por isso, inclusive, que a maior parte da esquerda brasileira está lamentando a vitória de Pedro Castillo, em vez de comemorar. Estão falando que ele não é diferente da Keiko Fujimori.

Dizem, inclusive, que "esse Pedro Castillo é homofóbico e transfóbico, tipo essa galera da Nova Resistência". Pois nos sentimos muito honrados com a comparação.

Sim, o novo presidente peruano não tem nada a ver com o PSOL, com o PC do B, com o PT, com o Quebrando o Tabu, ou com qualquer coisa que pertença a essa esquerda arco-íris.

De fato, ele é até mais comparável a Marine Le Pen, Orban e Putin, ou a Hugo Chávez e Rafael Correa, do que a qualquer representante dessa esquerda politicamente correta.

Que ele saiba conduzir o Peru e seu povo rumo à glória e à vitória e seja fiel à vontade daqueles que o conduziram à presidência.

LIBERDADE! JUSTIÇA! REVOLUÇÃO!


06 de Junho

Assim como qualquer outro estudo, este mostra a bilateralidade dominante da violência entre parceiros íntimos.

Elas por Eles
6 de Junho

NÚMEROS MELHORES SOBRE A VIOLÊNCIA POR PARCEIRO ÍNTIMO

Aquele estudo com amostra de mais de 26 mil indivíduos distribuídos em 16 capitais brasileiras (link no final do post) trás dois tipos diferentes de informação, ambas muito relevantes sobre violência por parceiro íntimo. O primeiro tipo é a porcentagem de agressores de cada sexo, separado por tido de agressão, e o segundo tipo é o número médio de agressões por agressor de cada sexo. O padrão que o estudo mostra é as mulheres se sobressaindo no primeiro tipo (maior número de agressoras mulheres), e homens se sobressaindo no segundo tipo (maior número médio de agressões por agressor homem). Eu fiz então um calculo levando em conta esses dois tipos de numero para então chegar em números mais acurados de violência por parceiro íntimo, que leva em conta tanto o número de agressores quanto o número médio de agressões por agressor em cada sexo.

Primeiro é bom falar que a diferenciação que o estudo faz de tipos de abuso é muito útil. Muitas vezes quando se fala de agressão física entre casais de forma vaga se está colocando um tapinha no braço e uma voadora nas costas no mesmo saco. O estudo, além de separar as agressões por física, psicológica e sexual, separa a agressão física, por exemplo, em menor (ou leve), e severa (ou grave). Pegando agressão física severa em relacionamento íntimos, o estudo mostra que é praticada por 10,4% das mulheres e 7,2% dos homens. Porem, entre aqueles que são agressores, o número médio de agressões cometidas por homens é maior, sendo 2,31 agressões por agressor, enquanto que em mulheres o número cai para 1,63.

Eu fiz então uns cálculos multiplicando o número de homens e mulheres a cada 100 casais que cometem abuso físico severo pelo número médio desses abusos cometidos por agressor e agressora. O resultado é o seguinte:

Homens: 7,2 x 2,31 = 16,632

Mulheres: 10,4 x 1,63 = 16,952

Como podem ver, aqui no Brasil, as diferenças (pequenas) em porcentagem de agressores e número médio de agressões por agressor se compensam, a violência física no relacionamento íntimo está bem distribuída, os números indicam simetria. O que não tem simetria é a atenção dada à violência sofrida por cada sexo por nós, como sociedade, e pelo Estado com suas leis sexistas.

Referência:

REICHENHEIM, Michael Eduardo et al. The magnitude of intimate partner violence in Brazil: portraits from 15 capital cities and the Federal District. Cadernos de Saúde pública, v. 22, n. 2, p. 425-437, 2006.

Via: Círculo Frater


04 de Junho - 19:05

Felipe Neto acaba de publicar uma série de posts onde questiona o poder das big techs em "apagar digitalmente" qualquer pessoa, incluindo o bilionário ex presidente dos EUA, de forma completamente "liberal", isto é, à revelia de qualquer controle judiciário ou legislativo.

Bom começo, mas eu recomendo dar um passo além e por em dúvida de que se trate de apenas três CEOS com esse poder todo. No caso, no que se refere a avaliar quem realmente manda, é preciso saber como é a partilha acionária dessas big techs. E... garanto... isso reserva algumas surpresas!

Se nós pelo menos sabemos quem são os tais CEOS em questão, não temos a menor ideia de quem está por trás da Vanguard Group Inc, e da BlackRock Fund Advisors, os maiores fundos de investimentos do mundo e estão ao menos no TOP 5 de todos, e quando digo Todos, eu realmente quero dizer TODOS, os mega conglomerados empresariais do EUA.
Facebook
Twitter
Alphabet,que é o dono da Google e consequentemente de nosso querido YouTube.

E como bônus:
Apple
Microsoft

Tô falando sério! É difícil achar alguma megacorp estadunidense, ou mesmo do ocidente em geral, principalmente no setor de mídia, que não tenha essas duas no topo da partilha acionária, com o pequeno detalhe de que elas também são as principais acionistas da maioria dos outros fundos de investimentos, e, para fechar com chave de ouro, são também as principais acionistas de si mesmas e uma da outra.
Vanguard
BlackRock

04 de Junho - 10:43

Hoje fazem 32 anos do fictício "massacre" na Praça da Paz Celestial, em Pequim, do qual o vídeo mais relevante que temos é de uma fileira de tanques se recusando a atropelar um manifestante.

Mas a manipulação vai muito além! O que temos de dominante no ocidente é uma narrativa totalmente fabulosa, e para isso sugiro a leitura deste artigo. Tiananmen 30 anos depois: O massacre que não foi

Curiosamente, quase uma década antes houve o Massacre de Gwangju, que diferente do caso da Paz Celestial, é incontroverso, e onde o governo autoritário coreano mandou chacinar centenas de estudantes e para o qual está repleto de vídeos no YouTube.

Se que aposto que ninguém ouviu falar porque invés de ser na China, foi na Coréia... do Sul!

04 de Junho - 02:10

Ainda resta dúvida de que nossos oficiais generais sejam um bando de patifes, pusilânines, capachos rastejantes e traidores da nação indignos e qualquer respeito?

03 de Junho

Como transformar a imagem pública de uma empresa e, sem alterar em absolutamente nada suas atividades, arrancar aplausos entusiasmados dos neoesquerdistas que juram lutar contra o capitalismo.

No caso, com direito a Robocop Gay, Skynet BIA lacradora, xenomorphs cor de rosa e Nêmesis transgêneros.

Xenomorpho Weaboo
3 de Junho

Sabe a parte mais engraçada? Isso totalmente aconteceria. kek


02 de Junho

Pra quem duvida que a maior parte do movimento "Não Vai Ter Copa" não passava de estupidez ou canalhice.

Maio de 2021


MAIO de 2021
ABRIL de 2021
MARÇO DE 2021
FEVEREIRO DE 2021
JANEIRO DE 2021

Dezembro de 2020
NOVEMBRO DE 2020
OUTUBRO DE 2020
Setembro de 2020
Agosto de 2020
Julho de 2020
Junho de 2020
MAIO DE 2020
ABRIL DE 2020
MARÇO DE 2020
FEVEREIRO DE 2020
JANEIRO DE 2020

DEZEMBRO DE 2019
NOVEMBRO DE 2019
OUTUBRO DE 2019
SETEMBRO DE 2019
AGOSTO de 2019
JULHO de 2019
JUNHO de 2019
MAIO DE 2019
ABRIL DE 2019
MARÇO DE 2019
FEVEREIRO DE 2019
JANEIRO DE 2019

DEZEMBRO DE 2018
NOVEMBRO DE 2018
OUTUBRO DE 2018
SETEMBRO DE 2018
AGOSTO DE 2018
JULHO DE 2018
JUNHO DE 2018
MAIO DE 2018
ABRIL DE 2018
MARÇO DE 2018
FEVEREIRO DE 2018
JANEIRO DE 2018

DEZEMBRO DE 2017
NOVEMBRO DE 2017
OUTUBRO DE 2017
SETEMBRO DE 2017
AGOSTO DE 2017
JULHO DE 2017
JUNHO DE 2017
MAIO DE 2017
ABRIL DE 2017
MARÇO DE 2017
FEVEREIRO DE 2017
JANEIRO DE 2017

DEZEMBRO DE 2016
NOVEMBRO DE 2016
OUTUBRO DE 2016
SETEMBRO DE 2016
AGOSTO DE 2016
JULHO DE 2016
JUNHO DE 2016
MAIO DE 2016
ABRIL DE 2016
MARÇO DE 2016
FEVEREIRO DE 2016
JANEIRO DE 2016

DEZEMBRO DE 2015
NOVEMBRO DE 2015
OUTUBRO DE 2015
SETEMBRO DE 2015
AGOSTO DE 2015
JULHO DE 2015
JUNHO DE 2015
MAIO DE 2015
ABRIL DE 2015
MARÇO DE 2015
FEVEREIRO DE 2015
JANEIRO DE 2015

DEZEMBRO DE 2014
NOVEMBRO DE 2014
OUTUBRO DE 2014
SETEMBRO DE 2014
AGOSTO DE 2014
JULHO DE 2014
JUNHO DE 2014
MAIO DE 2014
ABRIL DE 2014
MARÇO DE 2014
FEVEREIRO DE 2014
JANEIRO DE 2014

DEZEMBRO DE 2013
NOVEMBRO DE 2013
OUTUBRO DE 2013
SETEMBRO DE 2013
AGOSTO DE 2013
JULHO DE 2013
MARÇO À JUNHO DE 2013
FEVEREIRO DE 2013
JANEIRO DE 2013

DEZEMBRO DE 2012
NOVEMBRO DE 2012
OUTUBRO DE 2012
SETEMBRO DE 2012
AGOSTO DE 2012
JULHO DE 2012
JUNHO DE 2012
MAIO DE 2012
ABRIL DE 2012
MARÇO DE 2012
FEVEREIRO DE 2012
JANEIRO DE 2012

NOVEMBRO-DEZEMBRO DE 2011
SETEMBRO & OUTUBRO DE 2011
JULHO & AGOSTO DE 2011
ABRIL-JUNHO DE 2011
MARÇO DE 2011
FEVEREIRO DE 2011
JANEIRO DE 2011

DEZEMBRO DE 2010
NOVEMBRO DE 2010
OUTUBRO DE 2010
SETEMBRO DE 2010
AGOSTO DE 2010
JULHO DE 2010
JUNHO DE 2010
MAIO DE 2010
ABRIL DE 2010
JANEIRO A MARÇO DE 2010

2009 DEZEMBRO
2009 NOVEMBRO
2009 OUTUBRO
2009 SETEMBRO
2009 AGOSTO
2009 JUNHO
2009 MAIO
2009 MARÇO & ABRIL
2009 FEVEREIRO
2009 JANEIRO

NOVEMBRO & DEZEMBRO 2008
OUTUBRO 2008
SETEMBRO 2008
AGOSTO 2008
JULHO 2008
JUNHO 2008
MAIO 2008
ABRIL 2008
MARÇO 2008
JANEIRO & FEVEREIRO 2008

2007 DEZEMBRO
2007 NOVEMBRO
2007 OUTUBRO
2007 JULHO & AGOSTO
2007 MAIO & JUNHO
2007 MARÇO & ABRIL
2007 JANEIRO & FEVEREIRO

OUTUBRO a DEZEMBRO 2006
SETEMBRO 2006
AGOSTO 2006
JULHO 2006
MAIO & JUNHO 2006
ABRIL 2006
MARÇO 2006
JANEIRO & FEVEREIRO 2006

2005 NOVEMBRO & DEZEMBRO
2005 SETEMBRO & OUTUBRO
2005 JUNHO a AGOSTO
2005 MAIO 2005
2005 MARÇO & ABRIL
2005 FEVEREIRO
2005 JANEIRO

DEZEMBRO 2004
NOVEMBRO 2004
OUTUBRO 2004
SETEMBRO 2004
AGOSTO 2004